Buscar
  • Mônica Bergamo

O fascinante mundo da Vitamina B6

Atualizado: 26 de Fev de 2019

Dentre as vitaminas do complexo B, a Vitamina B6 merece um destaque especial.

Você já deve ter ouvido falar da vitamina B6, mas você conhece todos os efeitos que ela causa em seu corpo?

A vitamina B6, também conhecida como piridoxina, é uma vitamina que desempenha papéis importantes em muitas áreas da nossa saúde. O termo "vitamina B6" é um nome genérico para 3 compostos diferentes, mas semelhantes - piridoxal, piridoxamina e piridoxina. Essas três formas passam por outras reações para se tornarem “cofatores”, que podem ser pensados ​​como “moléculas auxiliares” em reações enzimáticas que ajudam as células a funcionar normalmente.


Entre os cofatores está o piridoxal 5'-fosfato (freqüentemente chamado de PLP), a forma mais ativa de vitamina B6 em seu corpo. A PLP está envolvida em mais de 150 (cerca de 4%) reações em seu corpo!

Outro nome que você já deve ter ouvido e está associado a Vitamina B6, é a homocisteína, um aminoácido (os blocos de construção das proteínas) que, quando presente em níveis elevados, pode aumentar o risco de inúmeras doenças e distúrbios, incluindo doenças cardíacas, depressão , convulsões, deficiência intelectual, câncer e muitos outros.


A homocisteína é convertida em outro aminoácido chamado cisteína por uma enzima dependente de PLP, e com isso os benefícios potenciais da vitamina B6 são frutos da redução dos níveis de homocisteína no organismo.

Em seguida, vamos citar alguns papeis importantes desempenhado pela Vitamina B6, como:

  • Doença de Alzheimer: Níveis elevados de homocisteína aumentam o risco de demência e doença de Alzheimer , aumentando a possibilidade de usar suplementos de vitamina B6 para retardar o dano, diminuindo os níveis de homocisteína;

  • Depressão: Seu corpo precisa de vitamina B6 para produzir pelo menos três neurotransmissores bem conhecidos: Epinefrina, Dopamina e serotonina. Esses três neurotransmissores ajudam a regular a resposta ao estresse e o humor do seu corpo;

  • Redução de TPM: As mulheres podem estar particularmente interessadas na vitamina B6, especialmente se sofrem de síndrome pré-menstrual ou TPM. Embora a causa da TPM ainda seja desconhecida, vários estudos mostraram que tomar vitamina B6 reduz significativamente os sintomas da TPM, como: Depressão, Irritabilidade, Fadiga, Hipersensibilidade, Tensão, Dor lombar, Dor de cabeça, Inchaço e Acne. Os maiores benefícios para as mulheres podem vir de tomar uma combinação de vitamina B6 e outros minerais como magnésio e cálcio, para o alívio dos sintomas da TPM;

  • Gravidez: Para aqueles que estão querendo começar uma família, a vitamina B6 não é apenas crucial para o desenvolvimento do cérebro do bebê, mas pode também ajudar a aliviar as náuseas e vômitos que afligem pelo menos 70% das mulheres durante o primeiro trimestre de gravidez;

  • Prevenção do Câncer: Baixos níveis de PLP no sangue têm sido consistentemente associados a um maior risco de inflamação , o que pode levar a doenças crônicas como o câncer;

  • Artrite reumatoide: Como em certos tipos de câncer, pacientes com artrite reumatóide têm baixos níveis de vitamina B6 . Eles também têm altos níveis de homocisteína;

  • Saúde da pele: Níveis baixos da Vitamina B6 têm sido associados à dermatite seborreica, uma condição da pele que causa manchas ásperas e escamosas no rosto, pescoço e couro cabeludo. A produção de colágeno pode ser suprimida pela falta de vitamina B6, que por sua vez pode afetar a saúde da pele. As vitaminas do complexo B também mostraram ter um efeito positivo na produção e migração de dois tipos de células da pele, queratinócitos e fibroblastos, o que poderia ajudar a curar as feridas mais rapidamente;

  • Sono: A vitamina B6 é importante na produção de serotonina, que além de proporcionar felicidade, quando convertida em melatonina o hormônio do sono, ajuda a dormir melhor;

  • Olhos: A vitamina B6 tem um papel importante na prevenção e no tratamento da degeneração macular relacionada à idade, uma das principais causas de perda de visão entre idosos. Os altos níveis de homocisteína estão associados a outra condição: degeneração macular relacionada à idade. Uma combinação de ácido fólico, vitamina B6 e vitamina B12 reduz os risco de degeneração macular relacionada à idade em 35-40%;

  • Saúde do coração: Os altos níveis de homocisteína são vistos em muitas doenças cardíacas. A deficiência de vitamina B6 pode aumentar a taxa de aterosclerose relacionada à homocisteína, endurecimento e estreitando as artérias.

Agora que você já notou a importância da Vitamina B6, vem a pergunta.

Doutora como posso obter mais vitamina B6 em minhas dietas?


Embora não possamos produzir vitamina B6, temos acesso a uma ampla variedade de alimentos que são ricos nessa vitamina, como: Grão de bico, Bife de fígado, Peixe (atum, salmão), Peito de frango, Batatas cozidas, Peru, Banana, Molho marinara, Ovos e Leite.


A ingestão diária recomendada de vitamina B6 é de 1,3 a 1,7 mg para homens adultos e de 1,3 a 1,5 mg para mulheres adultas. Para mulheres grávidas ou lactantes, a quantidade pode aumentar para 2,0 mg.


Embora não seja uma droga milagrosa, a deficiência de vitamina B6 pode levar a muitos problemas de saúde, por isso é essencial o acompanhamento médico e exames de rotina.

#dramonicabergamo #dicasdadra #infoblog

36 visualizações

ATENDIMENTO

CLÍNICA ISA DERMATO

Rua Raul Píres Barbosa, 1119 - Vila Manoel da Costa Lima - MS, 79040-150

Horário de Atendimento:

Segunda-Feira a Sexta-Feira: 07:00hs - 19:00hs 

TELEFONE: +55 67 3305-2951

CONTATO

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram